domingo, 25 de dezembro de 2011

Eunice R Pontes > CIÚMES



   Ciúmes

Todo ciúmes traz queixumes.
O lamento daquele que o sente é um
tormento; fica a espicaçar o peito, a
angustiar o coração, a perturbar a mente
que, inquieta não se aquieta e não há o 
que o faça viver sossegado; fica amuado,
não encontra um minuto de paz, não é 
capaz de afastar esse famigerado algoz.
O ciúmes dele se apodera, fica enraizado,
não dá trégua, fica arraigado em seu íntimo,
torna-se parte dele e embora pareça ínfimo,
invade-lhe a alma, tirando-lhe a calma.
Ciúmes exagerado, sempre tão malfadado,
chega até a ser um grande pecado;
quando muito sentido, deixa mordido.
            Eunice R. de Pontes



Eunice R Pontes > Tua mão

  Tua mão
 
Tua mão tocou a minha num momento
tão inusitado e fugaz, tão de improviso,
sem nenhum aviso prévio ou nem
mesmo um leve sorriso; tocou
também o âmago de minh'alma.
 
Meu coração tresloucado acelerou,
bateu num ritmo descompassado,
provocou em mim um grande abalo;
a magia de tua presença envolveu-me
e apoderou-se completamente de mim.
 
Foi o mais suave e profundo toque
que, naquele segundo tão fugidio
marcou-me a vida inteira; nem que eu
queira poderei esquecer aquele momento
pelo qual há tanto tempo ansiava.
 
Fo intensa e incrível a sensação
daquele momento que tão rápido passou.
Houve ali tanta emoção contida,
porém o vendaval do destino, num
assopro o sacolejou e despetalou.
 
          Eunice R. de Pontes

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Cenário> Feira de artes e artesanato do Centro de convivência> Artista Plástica Dalva Saudo> Agradecimentos à Escritora Rosana Cappi


A Estrela de Sombrinha de Bolinhas

Ah! Querida amiga estrela Dalva 
Teu brilho se destaca em plena luz do dia!!!
Que bom ver sua postura de menina  brincalhona
Seja vestida de palhaço
Ou segurando uma charmosa sombrinha de bolinhas 
Fazendo uma bela pose
E mandando beijoquinhas.

Mais alegre ficou o Centro de Convivência
Com a extrovertida  presença 
Da artista plástica e poetisa
Quem não a conhece, pensa que satiriza
Mas que nada, sua maneira divertida 
É para nos acordar para as belezas e cores da vida.   

Com carinho
Rosana Montero Cappi


sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Fragmentos poéticos de Eunice R Pontes


Rosa, formosa, de todos os matizes,
felizes os que sabem apreciar tua beleza.
Rosa de um suave cor-de-rosa;
rosa do mais profundo carmim.
  
Ó mar, tantas vezes plácido,
és agora triste mar de plástico...
Plástico em forma de garrafas,
de sacolas, de tantos outros objetos.
 
Momento de felicidade, todo meu ser invade;
momento de fúria, quanta penúria!
Momento de tranquilidade, que felicidade!
Momento de paz, minha vida apraz;
momento de emoção, toca meu coração.
  
Saudade, triste lamento 
de quem ficou só, no pensamento.
Ansiedade, a alma invade,
tranforma-se em tormento.
 
Faíscas de pura e eterna paixão
estilhaçam meu coração,
passam, ocupam todo o espaço,
ferem como o duro e frio aço...
  
Momento de tormento, traz muito sofrimento;
momento de alegria, é repleto de fantasia;
momento de tristeza, quanta dureza!
Momento de prazer, preenche meu ser;
momento de calma, alegra minh'alma.
 
Amor, doce e suave canção,
tornas-te amarga ilusão; turvas 
toda visão daquele que em ti se
perde e se encontra sem razão.
 
Faíscas de pura e eterna paixão
tremulam, criam labaredas que
incendeiam meu coração,
pululam com muita emoção.
 
A lua, num doce fomento
acalanta o sonho que não vingou.
tua imagem, feito miragem,
momento risonho recriou.
 
   Eunice Rodrigues de Pontes

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Antenor Rosalino > Quando eu partir...

Quando eu partir...


Um dia virá em que estarei ausente.
Por um momento apenas penumbras tristes
como um dossel a flutuar pelos ares
envolverá o teu corpo, até que o teu pensar
confrontará com a dura realidade
da ausência funesta e insólita de quem
amou-te antes mesmo e além do próprio amor!

Recordarás do passado em que o meu coração
pulsava em sintonia com os meus passos
procurando em ti razões e respostas
para um amor que me fez esquecer de mim,
para viver apenas por ti!...

A lembrança das carícias e até do ciúme
justificado por te amar tanto,
fará escorrer e transpassará as tuas vísceras,
e estarei presente em cada momento
do céu estrelado das tuas noites vazias.

Vez por outra, as mesmas palavras de amor
que incansavelmente eu proferia,
ouvirás em sussurros e lampejos,
no ritmo da brisa calma que te alisa
e sentirás os mesmos afagos segredados
na lascívia única que nunca será superada
.

Augusta Schimidt > O paassado e o presente



O passado e o presente
Poeta e Professora Augusta Schimidt
Obra de Arte de Lélio Coluccini 

A tarde é serena
E a senhora tristonha
Caminha oscilante
Entre plantas, esculturas,
Sepulturas...

No campo santo,
Enquanto engole o pranto
Transpira querência
E confere com o olho
Quem lhe venha consolar

Implora por coragem
Aquela que já foi forte
Pra vida e pra morte

Seus mortos são vivos
Permanecem cativos
No seu querer bem

Então faz uma prece
Que o coração agradece
Buscando no ausente
O passado e o presente.


sábado, 29 de outubro de 2011

Eunice R. Pontes Renovação

 RENOVAÇÃO

   "Procuro superar todos os dias minha própria
  personalidade renovada, despedaçando dentro
      de mim tudo que é velho e morto."
                                          Cora Coralina

 

 "Aprendi com as primaveras a deixar-me cortar
              e voltar sempre inteira."
                                          Cecília Meireles


    "Mude suas opiniões, sustente seus princípios;
  troque suas folhas, mantenha intacta suas raízes".
                                           Victor Hugo


Mudei meus hábitos, percorri novos trajetos, nem
sempre retos ou discretos; mudei perspectivas de vida;
mudei minha maneira de pensar e enxergar a vida;
mudei meus rumos muitas vezes pelo destino
forçada; encontrei novos e diferentes prumos.

Cantei hinos de amor, outros tantos de dor e de
louvor; nessa caminhada certamente reforçadas
ficaram minha estrutura e minha base edificada que,
devido a isso facilmente não ficam abaladas; todas
essas lutas só tornaram minha alma mais renovada.

A renovação tinha que ser uma constante, a todo instante;
para sobreviver deixei preservada a base primeira que
mesmo depois de tantas vezes ferida, recobrou-se fortalecida
para não fenecer diante das intempéries; isso era requisito
imprescindível para tornar-se na vida um vencedor.
           

                          Eunice Rodrigues de Pontes
 

 

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Fabio Renato Villela > INSONE


Insone

Insônia pelo
ar que te falta
e pelo Tempo
que tudo faz longe.

Insônia pelo frio
do leito vazio.

Insônia recheada
pela dor instalada.
Pelo choro que
sempre tarda
e nem sempre
o horror retarda.

Insônia da madrugada
e do fantasma
de minha casa
assombrada.

Insônia que me visita
e que traz o paletó
da partida e
do abandono
em cada ida.

Insônia de ficar;
e de só estar.

        Para Cristina, esposa amada.

domingo, 16 de outubro de 2011

Fabio Renato Villela > Tantos e Tantos




DOMINGO, OUTUBRO 16, 2011


Tantos e Tantos

Há tanta cama
em tua ausência,
tanta mesa
em tua impermanência.
Tanto espaço
no vão abraço
e tanto escuro
no umbral
por onde passo.

Tanto silêncio
no fone calado
e no poema
inacabado.

Tanta saudade
de que meu chamou
de metade,
e sussurou a minha
verdade.

Tanta carência
da nossa urgência,
da nossa inocência
e da nossa sacra
indecência.

Para Cristina, esposa amada.
Acesse o blog do Autor:    http://fabiorenatovillela.blogspot.com/

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Fábio Renato Villela > RÉSTIA

Réstia

A pequena réstia de luz
aos poucos vai desnudando
o pesado escuro
dos dias sem
palavras.

Lá dentro alguém
declama um Poema;
e eu sei das Mandalas
mesmo sem procurá-las.

Cá fora sinto minha
alma rebrotar.
Talvez com um
pouco de adubo,
ela saia do tubo
que, indevido, abrigou-a.

Talvez com o tempo
e mais um e outro
elemento
ela refloresça e frutique,
pois ainda há
quem me peça que fique
e que o amor multiplique.

Talvez alguma paz
chova em seu canteiro,
e o que restava da mágoa,
embarque no trem derradeiro.

Talvez,
eu volte
a ser inteiro.

                Para Cristina, esposa amada e eterna companheira
Blog do Autor:  http://fabiorenatovillela.blogspot.com/

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Poeta Viajante > Dalva Saudo


Poeta é ave em altos... 
Ou voos rasantes 
É alma viajante
Farol de mente brilhante 
Como diamante.

Pousar para poetar?
Não importa o lugar ...
Se ao dormir ou acordar!

Poeta, faz da luz do poste o luar
Do colorido do semáforo
O natal
Faz da flor ipê colorida antecipada
A primavera florida!
Do amor não correspondido
Seu drama pessoal

Não faz baldeação na mesmice
Gosta de virar as esquinas da vida
Mudar de cenários, alçar outros vôos
Sem passaporte...
A procura da própria sorte!

Se transporta de leste ao Oeste
Norte ao Sul
Livre... de amarras, celas, barreiras ou cancelas
Como se faz após a morte.
___
Campinas, 21 de setembro de 2011

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Telecomunicação > Dalva Saudo



NOVA PROFISSÃO NA TELECOMUNICAÇÃO
Telefônica super 15, Dalva. Com quem falo?

LINHA
 CLÁSSICA!
CONVENCIONAL... TRADICIONAL
LINHA
INDIVIDUAL RESIDENCIAL

SUPER LIGAÇÕES
UM FESTIVAL, 
PARA LONGA DISTÂNCIA NACIONAL
INTERNACIONAL!

QUER SE COMUNICAR?
ENTRE INTRA... ENTRE ENTER
 DENTRO OU FORA
DE SÃO PAULO
A QUALQUER HORA!

SENTE SAUDADES
VARIEDADES DE EMOÇÕES?
FAÇA LIGAÇÕES
NOITE OU DIA
E VIVA EM HARMONIA.

 É DE SÃO PAULO ?
FAZ LIGAÇÕES COM A CONCORRÊNCIA
OU CELULAR ?
 PODE FALAR À VONTADE COM SEU AMOR
NA CAPITAL OU INTERIOR!
VOCÊ TEM MINUTOS
EM QUALQUER ESTÂNCIA...
 A LONGA DISTÂNCIA!

SINTA FELICIDADE
EM QUALQUER CIDADE
VOCÊ TAMBEM TEM SEUS MINUTOS
FALE A VONTADE BRASIL
COMUNIQUE SUA POESIA DISQUE
 DECLAME O TEOR DE SEUS VERSOS DE AMOR
PARA O EXTERIOR
PR’A  SENTIR MUITA ALEGRIA!
NOITE OU DIA!

QUER INFORMAÇÕES DDI?
Telefônica, Super 15 Dalva. Com quem falo?
DALVA SAUDO

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

SETEMBRO... ESTÁ CHEGANDO A PRIMAVERA!!!!

QUE O REFLEXO DESTAS TRANSPARENTES E CRISTALINAS ÁGUAS, TAMBÉM SEJAM OS REFLEXOS DE FIEIS AMIGOS! SAUDAÇÕES À TODOS OS NOSSOS AMIGOS POETAS! SÓ DE SER AMIGO JÁ É UM POETA! POETA SENTIMENTAL!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Dalva Saudo > Aos meus amigos: Poetas José Roberto Teixeira, José Luiz Pires





CESTO POÉTICOS
DOS POETAS JOSÉS
AOS LEITORES AFINS...
AJARDINA JARDINS DE ACADEMIAS

SORRISOS DE ALEGRIAS
OLHARES ENCANTADOS
LEEM ARTESANAL TÃO ESPECIAL.

VERSOS DO JOSÉ PIRES, 
ONDE HÁ VAGA NO CORAÇÃO

VERSOS DO JOSÉ TEIXEIRA
DECLARANDO AMOR E TESÃO

POESIAS DE AMIZADE...
SAUDADE, AMOR... OU PAIXÃO
TRANSFORMA CADA JOSÉ 
EM ATOR DECLAMADOR!

terça-feira, 16 de agosto de 2011

CENAPEC


NÚCLEO DE LINGUÍSTICA
DOUTOR ALCEBÍADES FERNANDES JÚNIOR


CURSO DE FUNDAMENTAÇÃO LINGUÍSTICA DA LÍNGUA PORTUGUESA
Docente:           Alcebiades Fernandes Júnior
Duração:           29 de Agosto a 19 de Dezembro de 2011
Horário:            segundas, das 18h às 19h30;
Carga Horária:  30 horas-aula
Onde:                Cenapec (Rua Mogi das Cruzes, 255, Chácara da Barra)
Inscrições:        (19) 3294.7801/2121.3633 ou pelo e-mail cenapec@cenapec.org.br


domingo, 14 de agosto de 2011

CONVITE >


Onde a música nova se encontra
sopadeletrinh…
Visite "Sopa de Letrinhas - 26/08 - Poeta Homenageado: Nilton Bustamante" no Clube Caiubi de Compositores

sopadeletrinhas

Sopa de Letrinhas - 26/08 - Poeta Homenageado: Nilton BustamanteHorário: 26 agosto 2011 de 21:00 a 23:45
Local: Bagaça Botequim & Petiscaria
Produzido por: sopadeletrinhas


Detalhes




CLIQUE EM MAIS INFORMAÇÕES
 PARA CONTINUAR LENDO 
O CONVITE!

CONVITE > Casa do Poeta de Campinas



                              A  CASA  DO  POETA  DE  CAMPINAS
  CONVIDA  VOSSA  SENHORIA  E  EXMA.  FAMÍLIA,  PARA  A  REUNIÃO  POÉTICA  e FESTIVA,
   DIA  20  de  AGOSTO  A  PARTIR  DAS  14  HORAS,  NA  ACADEMIA. CAMPINENSE DE LETRAS,
                                      ( Rua  Marechal  Deodoro, 525 ).

sábado, 13 de agosto de 2011

Aniversário da Poeta Cidinha com almoço em sarau lítero musical


ANIVERSÁRIO LÍTERO MUSICAL DA CIDINHA 
ONDE? RAINHA DO CUPIM 
HORÁRIO? 14H
ENDEREÇO?  BEM EM FRENTE AO EXTRA ABOLIÇÃO!
DATA? 07 DE SETEMBRO
COMO? CADA UM PAGA O SEU, MAS O BOLO É GRATUITO!
HAVERÁ MÚSICA, POESIA E MUITO MAIS!
MOSTRE O ARTISTA QUE HÁ EM VOCÊ!
DALVA SAUDO